PROMOÇÃO - Magazine Luiza - NÃO PERCA!

Publicidade:

Encontre no blog...

10/10/2017

Como inserir vídeos no seu blog…

Resultado de imagem para video icon

Inserir vídeo no blog

Neste artigo vamos mostrar como inserir players de vídeo diretamente em um blog de forma fácil, simples e sem precisar de nenhum tipo de plugin externo e nem do Youtube.

Video courtesy of Big Buck Bunny.

Seus vídeos poderão ser inseridos  diretamente no post através do editor HTML quando estiver escrevendo um artigo (leia: Como inserir códigos HTML nas postagens do Blogger e Como inserir códigos HTML nas postagens do Wordpress), ou no sidebar do blog (leia: Como instalar um Widget no seu Blog -(Blogger)  e Como inserir Widgets no Wordpress sem a instalação de plugins).

Usando HTML5

O HTML5 trouxe muitas facilidades para os desenvolvedores de sites e blogs. Uma delas é permitir a inserção de vídeo diretamente no nosso blog sem a necessidade de plugins externos, que muitas vezes causam problemas de compatibilidade com o browser ou com o sistema operacional utilizado.

A tag HTML5 utilizada para inserir vídeo funciona praticamente em todos os navegadores. Entretanto, existe um problema de compatibilidade com o formato do arquivo de vídeo utilizado. Veja a seguir uma tabela que mostra a compatibilidade dos formatos de vídeo com diferentes navegadores. 

Arquivos mp4, ogg e WebM

Neste tutorial vamos utilizar como exemplo vídeos no formato mp4 e ogg. Mas você também poderá utilizar a extensão WebM.

Atenção: O formato mp4 é suportado por todos navegadores modernos. Entretanto, o mesmo não acontece outros formatos. Veja a tabela abaixo:

Extensão

IE

FIREFOX

OPERA

CHROME

SAFARI

Ogg

não

sim

sim

sim

não

MP4

sim

sim

sim

sim

sim

WebM

não

sim

sim

sim

não

Se seus arquivos de vídeo estiverem em outros formatos, utilize  um programa conversor.

Hospedando arquivos de vídeo (mp4, ogg ou webM)

Para utilizarmos o display mostrado aqui, será necessário hospedar suas músicas em servidores na internet.

Se você possui um site hospedado, poderá enviar seus arquivos de áudio para o servidor via FTP (O que significa FTP e para que serve? – recomendo que utilize o software FileZilla).

Se você não possui um servidor ou não sabe com utilizar transferência via FTP, poderá deixar hospedado seus arquivos gratuitamente no Google Sites (leia: Usando o Google Sites como servidor de arquivos para blogs e sites), ou em qualquer outro aplicativo para armazenagem de arquivos em nuvem.

No nosso exemplo, hospedamos os arquivos no Google Sites

https://sites.google.com/site/servidorvisualdicas/arquivos-mp4-ogg/mov_bbb.mp4

https://sites.google.com/site/servidorvisualdicas/arquivos-mp4-ogg/mov_bbb.ogg

Código display HTML5

Para você utilizar o display HTML5, basta copiar o código abaixo e colar no blog. Depois altere o que estiver em vermelho, colocando os links dos arquivos mp4g e/ou ogg.

accepted_48

<video width=”largura do vídeo” controls>
  <source src="SEU_ARQUIVO.ogg" type="video/ogg" />
  <source src="SEU_ARQUIVO.mp4" type="video/mp4" /> 
Seu navegador não suporta este vídeo
</video>

Observação 1: Você poderá optar apenas pelo link do arquivo MP4, que é compatível com todos os navegadores modernos. O uso de dois links pode ser útil para navegadores mais antigos.

Observação 2: Você poderá colocar colocar a largura do vídeo em pixels utilizando o atributo “width”. Se você omitir este atributo, o vídeo será inserido no tamanho original.

Observação 3: Você também poderá inserir a frase “Seu navegador não suporta este vídeo”, que deverá aparecer somente em navegadores não compatíveis com os formatos utilizados.

Veja como ficou o código do nosso exemplo:

<video width="530" controls>
   <source src="https://sites.google.com/site/servidorvisualdicas/arquivos-mp4-ogg/mov_bbb.mp4" type="video/mp4">
   <source src="https://sites.google.com/site/servidorvisualdicas/arquivos-mp4-ogg/mov_bbb.ogg" type="video/ogg">
   Seu navegador não suporta este vídeo.
< /video>

E abaixo o exemplo em ação:

Autoplay - Rodar o vídeo automaticamente

Se você desejar que o vídeo inicie automaticamente quando a página é carregada, basta acrescentar o atributo “autoplay”, ficando o código da seguinte forma:

accepted_48

<video controls autoplay>
  <source src="SEU_ARQUIVO.ogg" type="video/ogg" />
  <source src="SEU_ARQUIVO.mp3" type="video/mp4" /> 
Seu browser não suporta este vídeo
</video>

Agora é só substituir os textos em vermelho pelos arquivos mp4 e ogg hospedados na web. Assim, toda vez que o seu leitor rodar a página onde está inserido o código HTML, automaticamente irá iniciar o vídeo inserido. Tente você mesmo » (Squids Editor)

Leia também o artigo: Como inserir músicas (áudio) no seu blog…

byALF

30/09/2017

Agora o Dicionário Michaelis online é gratuito e está disponível para todos…

image

Dicionário Michaelis online

O conceituado Dicionário Michaelis está agora disponível para todos usuários da internet. A página online traz de forma gratuita aproximadamente 167 mil verbetes, 350 mil acepções, 27 mil expressões e 47 mil exemplos e abonações só no dicionário Português Brasileiro. Mas não é só isto. Você tem ainda noções gramaticais e acesso gratuito aos dicionários em inglês, espanhol, alemão, italiano e francês.

Michaelis - A mais completa linha de dicionários do Brasil

Há décadas essa linha de dicionários, líderes absolutos no mercado, tem sido atualizada e tornando-se referência tanto no Brasil como em Portugal. O primeiro dicionário Michaelis foi criado no final do século XIX pela lexicógrafa alemã Henriette Michaelis, em colaboração com sua irmã Carolina Michaelis de Vasconcelos, figura de destaque nos estudos filológicos em Portugal. Em 1950 a Editora Melhoramentos deu continuidade ao trabalho das dicionaristas e criou diversas obras em vários idiomas, tornando a marca Michaelis a mais completa linha de dicionários do Brasil.

O sucesso dos dicionários Michaelis é motivo de orgulho para a Editora Melhoramentos.

O sistema de busca é muito simples e rápido. O internauta digita no campo de busca para encontrar um verbete específico:

Como acessar e utilizar os dicionários Michaelis

  Acesse o site: Michaelis - a mais completa linha de dicionários do Brasil

Para usar, basta digitar a palavra no campo “Digite o termo desejado” e tecle [Enter].

image

Dessa forma, você obterá automaticamente o resultado da busca, com o significado completo da palavra, etimologia, expressões e outras informações, se houverem.

Veja abaixo o teste que fizemos com a palavra VISUAL.

image

Como mudar o idioma

No dicionário Michaelis online é possível também utilizar as seguintes consultas: Inglês para português, português para inglês (moderno ou escolar), espanhol para português, português para espanhol, alemão para português, português para alemão, italiano para português, português para italiano, francês para português e português para francês.

Para isso, clique na seta que fica ao lado do dicionário, que no nosso exemplo é  “Português Brasileiro”, ou escolha um idioma no menu superior: Português, Inglês, Espanhol, Alemão, Italiano e Francês.

image

Primeiro selecionamos o tipo de consulta. Vamos utilizar no nosso exemplo o dicionário: português - inglês (moderno).

image

No nosso exemplo vamos utilizar a palavra “casa”. Digite a palavra e tecle [Enter].

image

Bem simples, não?

Noções gramaticais

O aplicativo traz ainda noções de gramática para cada dicionário. Após escolher o idioma, no menu superior clique em [Noções gramaticais].

image

Escolha qual elemento você quer pesquisar.

image

No exemplo abaixo, vamos estudar preposições em espanhol.

image

byALF

21/09/2017

Como criar um link para download usando HTML5

Resultado de imagem para html5

Download usando HTML5

Existem várias formas de criamos links ou sistemas de download. No Visual Dicas postamos uma artigo para você criar um sistema de download, leia Como criar um sistema de download no seu Blogger. Entretanto, todas as formas exigem conhecimento de programação e aplicativos de terceiros, mas que podem ser facilitados pelo HTML5.

O HTML5 trouxe muitas facilidades para os desenvolvedores de sites e blogs. Uma delas é possibilitar a criação de links diretos de download, como mostraremos neste artigo.

HTML5 é a mais recente evolução do padrão que define o HTML. O termo representa dois conceitos diferentes: É uma nova versão da linguagem HTML, com novos elementos, atributos, e comportamentos. e um conjunto maior de tecnologias que permite o desenvolvimento de aplicações e web sites mais diversos e poderosos.

Atributo “download”

O atributo “download” especifica um arquivo será baixado quando o usuário clicar em um link HTML.

Sintaxe

<a href=”endereço do arquivo” download> </a>

Onde:

  • endereço do arquivo: caminho onde o arquivo está hospedado.

Sintaxe com valor opcional

<a href=”endereço do arquivo” download=”nome(opcional)”> </a>

Onde:

  • endereço do arquivo: caminho onde o arquivo está hospedado.
  • nome (opcional): novo nome dado ao arquivo que será baixado (não funciona na maioria dos navegadores).

    Notas:

    • O atributo “download” só poderá ser utilizado se o atributo “href” estiver definido.
    • O valor do atributo será o nome do arquivo baixado.
    • Se o valor for omitido, o nome do arquivo original será usado.
    • Não há restrições sobre os valores permitidos, entretanto este recurso não funciona em todos navegadores.
    • O navegador detectará automaticamente a extensão correta do arquivo (.img, .pdf, .txt, .doc, etc.).
    • O atributo “download” não é suportado na versão Edge 12, Opera 12 (e versões anteriores) e todas versões do IE e Safari.

    Exemplos

    Nos exemplos a seguir poderemos baixar arquivos que estão hospedados no Google Sites. (No Visual Dicas mostramos como hospedar arquivos gratuitamente - Usando o Google Sites como servidor de arquivos para blogs e sites):

    Exemplo arquivo Word
    < a href="https://sites.google.com/site/servidorvisualdicas/arquivos-word/Online OCR - PDF.docx" download>Baixar arquivo Word</a>

    Exemplo arquivo Excel
    < a href="https://sites.google.com/site/servidorvisualdicas/arquivos-excel/Data_validade.xlsx" download>Baixar arquivo Excel</a>

    Exemplo arquivo MP3
    < a href="https://sites.google.com/site/servidorvisualdicas/arquivos-musicas/SinfoniaNo9Beethoven.mp3" download>Baixar arquivo MP3</a>

    Exemplo arquivo PDF
    < a href="https://sites.google.com/site/servidorvisualdicas/arquivos-pdf/Texto PDF.pdf" download>Baixar arquivo PDF</a>

    Teste os códigos:

    Exemplo arquivo Word

    Baixar arquivo Word

    Exemplo arquivo Excel

    Baixar arquivo Excel

    Exemplo arquivo MP3

    Baixar arquivo MP3

    Exemplo arquivo PDF

    Baixar arquivo PDF clique aqui

    Neste outro exemplo vamos utilizar uma imagem com link:

    Exemplo imagem como link
    < a href="http://www.visualdicas.com.br/musicas/sinfoniaNo5Beethoven.mp3" download><img src="http://lh5.ggpht.com/-3VX5YKge5pE/Tv8Ph6BaaVI/AAAAAAAAfc4/U2V5gwQGFNM/Visualdicas_logo3%25255B3%25255D.png?imgmax=800"</a>

    Teste o código abaixo:

    Clique na imagem abaixo

    Para simular nossos código, abra o Squids Editor: Tente você mesmo »

    Obs.: Você também poderá colocar botões nos seus links para download. Leia Crie botões personalizados para o seu Blogger.

    byALF

    17/09/2017

    Série Arduino Básico #25 - Criando cores com LED RGB usando 1 potenciômetro

    Série Arduino Básico

    Continuando nossa Série Arduino básico, hoje mostraremos um projeto bem legal para você criar cores em um LED RGB através de um potenciômetro e botões (push buttons) seletores. Neste projeto temos um botão para selecionar as cores em um Led RGB (ou 3 leds comuns), vermelho, verde ou azul,  que terão os seus brilhos ajustados por um potenciômetro. Outro botão seletor acionará o segundo Led RGB que exibirá a cor definida pelos valores ajustados anteriormente pelo potenciômetro.

    Obs.: Fazendo o controle do brilho de cada um dos leds encapsulado em um Led RGB podemos misturar estes brilhos e produzir diversas cores diferentes. Combinando os valores de cada cor podemos criar até 16,7 milhões de cores diferentes (256 X 256 X 256).

    Objetivo: Para fins didáticos, estudo do PWM (Pulse Width Modulation), valores RGB (Red, Green and Blue) e aplicações com LEDs.

    Tudo para o seu Arduino!

    No Squids Arduino você vai poder construir este projeto e aprender como ele funciona. Muito legal!!!

    Obs.: Todos projetos foram testados pelo site www.squids.com.br/arduino que traz um tutorial completo para cada montagem com a lista de componentes, código do programa (sketch), simulação online, montagem do circuito e explicação detalhada do projeto.

    Para ver todos projetos básicos publicados no Squids, acesse: projetos básicos

    Led RGB controlado por botões e 1 potenciômetro

    Acesse o link: Projeto 25 - Criando cores com um led RGB

    Ao clicar o botão seletor (botão mais à esquerda), alternamos as cores para verde, azul e vermelho,  sucessivamente.

    Um potenciômetro aumenta (sentido horário) ou diminui (sentido anti-horário) o brilho do LED RGB independentemente da cor que ele está configurado no momento. Isto acontece em função do  PWM (Pulse Width Modulation, em português, modulação por largura de pulso) que varia de apagado (valor 0) até o brilho máximo (255).

    Ao clicar o segundo botão (mais à direita) visualizaremos a cor resultante.

    image

    Veja abaixo o vídeo do projeto em ação:

    Veja o tutorial completo em: Projeto 25 - Criando cores com um led RGB

    byALF

    16/09/2017

    Quando usar “too” ou “either” em inglês

    image

    Too or Either

    Neste artigo vamos entender melhor quando devemos utilizar as palavras em inglês: too ou either. As duas palavras significam “também”, porém deverão ser utilizadas de maneira diferente.

    TOO

    A palavra “too” é usada sempre no final de uma frase positiva. Veja os exemplos:

    Resultado de imagem para too or either

    I’m happy! = Eu estou feliz!
    I’m happy  too! = Eu também estou feliz!

    I really liked the movie. = Eu gostei muito do filme!
    I really liked it too! = Eu também gostei muito do filme!

    I want to go my home. = Eu quero ir para minha casa.
    Me too. = Eu também.

    I work here. = Eu trabalho aqui.
    I work here too. = Eu também trabalho aqui.

    EITHER

    A palavra “either” é utilizada no final das frases e deve ser usada em frases negativas. Veja alguns exemplos abaixo:

    Resultado de imagem para too or either

    I’m not happy today. = Eu não estou feliz.
    I’m not happy either. = Eu também não estou feliz.

    I can’t cook. = Eu não sei cozinhar.
    I can’t cook either. = Eu também não (sei cozinhar).

    I don’t like italian food. = Eu não gosto de comida italiana.
    I don’t like it either. = Eu também não gosto (de comida italiana).

    I don’t want to go home. = Eu não quero ir para casa.
    I don’t want it either. = Eu também não quero (ir para casa).

    I can’t do it. = Eu não posso fazer isso.
    I can’t either. = Eu também não posso.
         byALF

    Gostou do Post? Então espalhe!

    Quem está curtindo...

    Encontre no blog...

    Gostou? Então espalhe!

    Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More